quarta-feira, 2 de dezembro de 2009

"Um dia me disseram..."

Um dia me disseram que as nuvens não eram de algodão...
Pff! Conversa!

segunda-feira, 5 de outubro de 2009

Fernão Capelo Gaivota - Primeira Parte

Essa é a história de uma gaivota que não se contentava apenas em conseguir comida, o que ela queria era conhecimento...

quinta-feira, 24 de setembro de 2009

Que tal?

"Seja a mudança que você deseja ver no mundo."
Mahatma Gandhi

sexta-feira, 18 de setembro de 2009

Tire uma foto para a eternidade...


Dispensa comentários - 3º C eternamente!!

O aforismo de hoje...

Não é meu, mas é um dos que eu mais gosto:

"Se você não encontra o sentido das coisas é porque este não se encontra, se cria."
Antonie de Saint-Exupéry


Não faz tooodo o sentido??

segunda-feira, 14 de setembro de 2009

Matemática...

Uhuuu!! Descobri porque não sou tão boa em matemática (meus profs que me desculpem)

"Eu nunca conheci um matemático capaz de argumentação." - Platão

Sabia que um dia minha argumentação ia me prejudicar ;/
Mas acha que eu ligo? :)

sábado, 22 de agosto de 2009

Onde está o amor?


Deveríamos assistir a esse vídeo todos os dias antes de sair da cama, talvez assim, deixássemos de ser tão egoístas.

quinta-feira, 30 de julho de 2009

Conteúdo: Ou você tem, ou você não é de nada =P

Quem não conhece pessoas "Estilo: ou você tem ou você não tem"?
Quem nunca leu a descrição preferida dessas pessoas:
"Críticas não me rebaixam,
Elogios não me elevam
Sou o que sou
Não o que dizem.
Amo quem me ama
Foda-se quem me odeia."
Pois é, me preocupo quando ligo a tevê e vejo (?) pessoas (?) dançando e cantando coisas ridículas; ou quando entro na Internet e vejo que o vulgar virou moda e o "sem conteúdo", estilo de vida.
Como réplica a isso:
Minhas críticas são construtivas,
Meus elogios, sinceros.
Sou o que posso ser,
Respeito o que dizem.
Amo quem me ama e também quem me odeia.
Não seria ótimo se todos resolvessem adotar essa frase como estilo de vida? *-*

O amor *-*

Ontem, estive pensando sobre o amor... Na verdade, todo o trabalho que tive ontem foi confrontar todas as opiniões que eu tive, tenho ou já ouvi sobre o amor.
Lembrei-me de uma frase, que acredito ser de Nelson Rodrigues, e diz o seguinte: "Só é amor se for eterno; se não foi eterno, não era amor." Eu tinha 13 anos quando li essa frase pela primeira vez, nunca a esqueci. Porém, em 4 anos, minha concepção de "amor" mudou consideravelmente, e é sobre ela que vou falar.
Só acredito em um tipo de amor: o amor puro, incondicional e eterno (aqui entra a frase citada acima); sim, um amor nos moldes cristãos, aquele que tudo suporta, tudo supera e que é capaz de operar verdadeiros milagres. Um amor sem máculas, tais como paixão, ciúmes e possessividade. Esse amor puro pode até apresentar algumas variações, porém, ao contrário do que é dito no senso-comum, isso não muda a essência do amor puro. O que ocasiona essas variações são: tempo de convivência, afinidade e grau de intimidade.
Sim, o amor que sentimos por nossos pais, por nossos amigos e por nossos companheiros é o mesmo, só que em formas diferentes, em ocasiões diferentes, devido a quesitos diferentes.
É, realmente, quanto mais se pensa num conceito para o amor, mais difícil fica para explicá-lo. Na verdade, o amor é um milagre... É algo tão complexo, que quanto mais tentamos entendê-lo, mas nos embaralhamos, e ao mesmo tempo tão simples, que basta um olhar ou um sorriso para que "uma mudinha de amor" floresça. Quem nunca começou uma amizade com um sorriso? Quem nunca teve certeza que era "ele" ou "ela" só com um olhar?
Mas, então, alguém pode perguntar, como o que eu sinto por "ele" (ou "ela") é algo diferente de tudo que já senti antes?!
Pois é, o que eu sinto pelo meu namorado é diferente de tudo que já tinha sentido antes, mas tenho certeza que é amor! Acho que o que mais atrapalha o entendimento do amor é o fato de as pessoas sempre ligarem a palavra amor a uma relação entre um casal. É daí que vem a equivocada expressão "só amamos uma vez na vida". Não acredito que amamos só uma vez, mas acredito que, para cada um, existe a pessoa adequada (e não perfeita), como "almas gêmeas" - sabe aquilo de você pensar em falar algo e a pessoa dizer justamente o que você estava pensando? Ou falar a mesma coisa ao mesmo tempo? A única explicação é essa: a pessoa adequada. Para quem acredita em Deus, a pessoa adequada é aquela que o papai do céu fez só pra você; para quem não acredita, a pessoa adequada é aquela que o destino insiste em pôr no seu caminho e você não entende como podem ser tão "conectados".
Concluindo (o texto, porque meu pensamento está pedindo para eu escrever mais), não amamos apenas uma vez na vida: o amor, na verdade, é essencial para nossa vida, embora muitos "desencantados" não acreditem. O único amor que existe é o amor puro e ele é, simplesmente, perfeito... Mesmo que ele fuja ao nosso entendimento.

Continua... (pois pensamentos nunca param)